quinta-feira, 28 de julho de 2011

Da janela dela






Ela olhava o mundo da sua janela. Grandes muros protegendo pessoas, guardando coisas, emoldurando títulos. Gente importante com medo de tudo. Doenças da alma e do corpo bagunçando aquele mundo de ouro.

Sorriu diante da própria insanidade. Colecionadora de miniaturas sem armários, sem trancas,  sem cercas. Era tudo espalhado pela casa, pelo gramado. Emoções penduradas em cortinas, flores, sorrisos, abraços, decoravam a casa. Tudo tão simplório e ao mesmo tempo tão sólido, tão livre e tão seu. A terra, as flores, o cheiro de café, tudo parte dela, pedaço do que era. Plena, repleta. 



Renata Fagundes




* Inspirada pela simplicidade sincera da amiga Ariane Blog Biscoito Struts *









18 comentários:

  1. Que lindo Re! Eu tb coleciono miniaturas sem estantes... guardo tudo aqui dentro.
    Me senti em casa... bjs amigamada!

    ResponderExcluir
  2. nada melhor do que se sentir plena com o que temos ao alcance de nossas mãos...

    Linda Re, um beijo grande!

    =]

    ResponderExcluir
  3. É sempre bom guardar miniaturas em lugares não tão amostra. Costumo fazer isso.

    Beijos amiga linda *-*

    ResponderExcluir
  4. Menina, vc escreve mto bonito viu? Me convide pro lançamento de seu livro, rs!!

    Bjussss!!!

    ResponderExcluir
  5. E que inspiração hein Rê!!

    Lindo demais, vc não sabe o qto me deixou feliz com seu comentário e com sua visita, estava eu no trabalho,com o olhar nas rotinas e na correria do ser humano, ao ler suas palavras fui transportada a uma outra dimensão, acredita que sorri sozinha e me perguntaram do q estava rindo, n saberia explicar tal sensação, fui abraçada com suas simples palavras, e de presente me trouxe novos amigos para conhecer meu cantinho,Rê qdo o Gê fala q vc é menina de palavras doce, ele n exagera em nada,um gde bjo e fica c Deus!

    ResponderExcluir
  6. Lindoo !!!! da minha janela agora vejo a dela.
    bjim ***

    ResponderExcluir
  7. É quanta inspiração!
    Duas Moças...
    Lindas de coração.

    Tudo que há de bom é simples,
    A perfeição mora na simplicidade,
    Encanta-se com a amizade.
    Com sorrisos de bondade,
    Olhares de cumplicidade,
    De quem sabe viver de verdade...

    Rê...
    Gostei do Biscoito Cítrico!
    BjãO no CoraçãO!
    Menino de Coração Dançarino

    ResponderExcluir
  8. Já quis muito o contrário, hoje vejo que a simplicidade que me cabia era, e é, o que realmente me faz feliz.

    Meu beijo minha linda!


    Agora não vou mais aparecer anônima... kkkk.

    ResponderExcluir
  9. Que se destranquem as portas.
    Que se partam as correntes.
    Que se destruam os cadeados.
    Que se quebrem as trancas.
    E, por último,
    Que se derretam todas as chaves do mundo
    E que seu metal, fundido,
    Seja derramado em forma gigante
    Em forma de liberdade!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Também gosto tanto de ficar a observar de minha janela...

    ResponderExcluir
  11. lindooo!
    bjs, bom final de semana!!!

    ResponderExcluir
  12. Quando se destranca as portas da alma, todo lugar é campo, toda cidade é céu, então livre, se sorri sempre.

    Beijos mô, cê já tá vindo?? ;)

    ResponderExcluir
  13. que lindo seu blog, estou adorando ler!!! jah estou seguindo!!! :) me segue tb??? estarei sempre por aqui! beijocasss =D

    ResponderExcluir
  14. Renata, ameiiiiiiiiiiiiiiii seu cantinho
    Beijinhos no core
    Fica com Deus!!!

    ResponderExcluir
  15. Simples , lindo e convidativo ! Parabéns Rê , você escreve lindamente .

    ResponderExcluir

Quero espremer suas idéias

Deixe seu sumo

Bjo da Rê