terça-feira, 9 de novembro de 2010

Inquieta



Eu gosto do que me inquieta 
sair da rotina, dos trilhos, 
perder o fôlego, a pose, o rumo, o sono
tenho preguiça do sossego, ele me deixa chata.
 Quietude só na alma, meu corpo precisa ouvir meus vasos sanguíneos.


Renata Fagundes
 
 
 
 

20 comentários:

  1. E o som das almas que se unem na eterna dança da vida.

    Vem vamos continuar a dançar...

    Beijooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

    ResponderExcluir
  2. Chamo isso nao de inquietude amiga, mas de INTENSIDADE!!! Ser intensa hj em dia é VIRTUDE!!! Adorei! :)

    ResponderExcluir
  3. Que gosto bom de liberdade!

    Beijos pra Ti

    ResponderExcluir
  4. Sim, queremos só somente sossego para a alma, e que venham as novidades da vida, beijos Rê!

    ResponderExcluir
  5. Vida sem inquietude ou desassossego não tem sumo...

    beijo :)

    ResponderExcluir
  6. Seu blog é maravilhoso! Inquietações sempre, mulheres né. um beijo

    ResponderExcluir
  7. Que lindo seu blog! Amei, amei. Inquietações sempre, mulheres né.. um beijo

    ResponderExcluir
  8. Rê...

    Então você é inquieta...Já havia percebido, vejo movimento e sentimento em suas palavras que mostram isso...Como é bom ser inquieto...
    Tenho andado inquieto também, incostante, com sentimentos flutuantes, tenho descoberto novas vontades em velhos desejos, ou velhos desejos com novas vontades...Meus sentimentos viraram borboletas e estão voando à minha volta, colorindo meu viver, alegrando meu sentir...

    Umbeijoiluminadoporluzdesolpraocêminhaamiga!

    ResponderExcluir
  9. Amei! Pra ser sincera, adoro teu blog. É você mesma quem cria os textos? me identifico demais com as tuas palavras. Parabéns pelo dom, beijo:*

    ResponderExcluir
  10. E vamos continuar dançando e curtindo o que a vida tem de melhor..

    beijooo

    ResponderExcluir
  11. Lindo Rê!!
    O final então...pura poesia...
    Beijão

    ResponderExcluir
  12. Rê, bom dia! Estou passando pra dizer que tem selinho pra você. Pegue-o e participe da Campanha! Bjs, querida! :))

    ResponderExcluir
  13. Rê ,

    Também penso que é necessário uma
    dose de inquietude , o marasmo ,
    a mesmice nos estagna ...


    BjO Grande !

    ResponderExcluir
  14. não tem coisa melhor que a quietude da alma...
    tenho sido inconstante, as vezes inquieta na falta de algo e as vezes quieta demais no desanimo de tudo...

    lindo, lindo.. como tudo que soltas ao vento...
    bjo pra vc flor e uma boa tarde..

    ResponderExcluir
  15. Eu gosto de dosar as duas partes, claro que não consigo rsrs. Vivo correndo atrás da paz, pois sou muito inquieta.
    Beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  16. E eu gosto de poder escolher e desfrutar de ambos (agitação e sossego) no meu tempo. ;)

    Beijo.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  17. Ola Rê, mais um belo verso seu.
    Esse trecho me pegou de jeito: "meu corpo precisa ouvir meus vasos sanguíneos."

    Toca nosso coração e faz ele bater mais forte.


    bjsssss

    tem selo presente p vc lá no blog.

    meu corpo precisa ouvir meus vasos sanguíneos.

    ResponderExcluir
  18. Como diria a Ana Carolina numa de suas canções: "Só não gosto de filme manjado, eu vou ficando cheio, vou ficando farto..." Eu também sou assim... Implicante, inquieto, inconstante e imprevisível. Por natureza e por opção. háahá... Um beijo!

    ResponderExcluir

Quero espremer suas idéias

Deixe seu sumo

Bjo da Rê